Kefir: O elixir da vida

(1/3) > >>

AndreiaLi:
Kefir: O elixir da vida

"Tal como o iogurte, o kefir é um produto resultante da fermentação do leite. No entanto, há diferenças entre os dois produtos...

O kefir é originário das montanhas do Cáucaso, onde é feito há séculos, utilizando principalmente o leite fresco de cabra e vaca. Os habitantes desta região bebem diariamente kefir, desde a nascença, como se fosse água, e fazem dele uma refeição normal. Chegam a atingir uma média de aproximadamente 110 anos de vida (em 100 mil habitantes existem 48 centenários, saudáveis!). É um povo que conhece bem os efeitos benéficos do Kefir.

Felizmente, a cultura do kefir resistiu à passagem dos séculos e foi difundida por todo o mundo.

O kefir é um produto obtido através da fermentação do leite. O seu sabor agridoce e refrescante, bem como a textura cremosa, são semelhantes às bebidas de iogurte ou ao próprio iogurte natural.

Tanto o kefir como o iogurte são produtos fermentados, feitos a partir do leite. A diferença reside nos vários tipos de bactérias benéficas utilizadas. O iogurte contém bactérias benéficas transitórias que mantêm o sistema digestivo "limpo", e fornecem alimento para as bactérias benéficas que aí habitam. O kefir consegue mais do que isso: ele coloniza também o tracto intestinal com bactérias benéficas.

Existem grupos de bactérias no kefir, que não são comuns no iogurte, como o Lactobacillus caucasus, Leuconostoc, e espécies de Acetobacter e Streptococcus. O kefir contém também leveduras benéficas como as Saccharomyces kefir e Torula kefir, que dominam, controlam e eliminam as leveduras patogénicas presentes no organismo.

O kefir é feito a partir de grãos brancos ou amarelados, de consistência gelatinosa, chamados vulgarmente grãos de kefir (e muitas vezes, erradamente, de "flor de iogurte"). Estes grãos são formados pela associação duma bactéria com uma levedura, e têm o aspecto de pequenos bocados de coral ou couve-flor. Podem ser do tamanho de um grão de milho ou de uma noz. Os grãos fermentam o leite, incorporando as suas bactérias e leveduras benéficas no produto fermentado. Os grãos são removidos, através de um coador de rede, e antes do consumo do kefir, é-lhes adicionado mais leite, para nova fermentação.

O kefir pode ser feito a partir de qualquer tipo de leite (vaca, cabra ou ovelha, soja, coco ou arroz).

Os benefícios de incluir regularmente kefir na dieta são inúmeros. É um alimento facilmente digerido que elimina dos intestinos as bactérias e leveduras prejudiciais, e aumenta a população bacteriana benéfica e protectora. Dado o seu equilíbrio e valor nutritivo, o kefir contribui para um sistema imunitário saudável e já foi usado, com sucesso, para ajudar pessoas que sofrem de sida, síndroma de fadiga crónica, cancro e herpes. O seu efeito tranquilizador do sistema nervoso beneficia muitas pessoas que sofrem de depressão, distúrbios do sono, entre outras.

O consumo regular de kefir pode ajudar a aliviar distúrbios intestinais ,como a prisão de ventre, aumentar os movimentos peristálticos do intestino, reduzir a flatulência e melhorar de uma forma geral todo o sistema digestivo.

O efeito de "limpeza" que exerce em todo o corpo, ajuda a estabelecer o equilíbrio do ecossistema interno, permitindo uma óptima saúde e aumento da longevidade.

Para além das bactérias e leveduras benéficas, o kefir contém nutrientes importantíssimos como proteínas de elevado valor biológico, que com os seus aminoácidos essenciais, ajudam o corpo a manter e reparar as suas funções e estrutura. As proteínas do kefir são parcialmente digeridas e, assim, mais facilmente utilizadas pelo organismo. O triptofano, um dos aminoácidos essenciais abundantes no kefir, é conhecido pelo seu efeito relaxante do sistema nervoso.

A abundância em cálcio, fósforo e magnésio é outra das características do kefir, como de todos os produtos derivados do leite.

O kefir é rico em vitaminas do complexo B, de onde se destacam a vitamina B12, B1 e biotina, e em vitamina K.

Para quem gosta do sabor um tanto ácido, embora levemente adocicado, o kefir pode ser bebido simples, ao natural. Quem não aprecia a acidez pode juntar um pouco de mel. É também muito saboroso misturado com sumos de fruta ou em batidos de frutas."

fonte: Universo de luz.

Jack Gordon:

Isso já está cá à venda?  ;D

adeliocastro:
ola 
eu já tenho uns grãos de kefir e bebo todos os dias de manha
mas tenho um problema não sei se posso aquecer o  leite já fermentado?
porque a minha esposa não consegue beber frio
alguém me pode ajudar
obrigado
adeliocastro

Pirk:
Se for assim tão benéfico, vamos beber este elixir e aumentar a longevidade...
Só uma dúvida, onde encontrar este produto no mercado?

Araj:
Olá, o kefir, quando aquecido, perde muito das suas qualidades probióticas, pois a maior parte dos microorganismos que as propiciam acabam por morrer,tente apenas amornar em banho-maria já dentro do copo de vidro pois não convem usar aluminio.

Navegação

[0] Índice de mensagens

[#] Página seguinte