Bem vindo(a) ao Portugal Paranormal! Para aceder a todo o conteúdo do fórum registe-se ou, caso já seja membro, faça o login. Obrigado!
[x]

  Páginas:   Ir para o fundo
  Tópico: Casa Assombrada e ataque (345 visualizações) Outubro 22, 2017, 01:35:17
Iniciante


Mensagens: 36
Apreciações: 16
Referidos: 1

Feminino
» em: Outubro 22, 2017, 01:35:17

Depois de tantos anos decidi voltar ao fórum porque preciso da vossa ajuda.
Vou tentar resumir a história o melhor que consigo sem me esquecer de detalhes importantes mas como já aconteceu muita coisa o texto é provável que fique longo.

Fui estudar para Coimbra para a faculdade pela primeira vez este ano e fui viver para lá. Conheci algum pessoal e estávamos à conversa e começamos a falar de experiências com espíritos e o oculto e um colega falou-nos numa casa abandonada que parecia estar assombrada por causa das energias que lá se sentiam, porque quem la passava sentia-se observado, as luzes à volta apagavam-se uma a uma quando se passava e porque uma colega nossa ouviu o nome dela a ser sussurrado vindo da casa. Tivemos a infeliz ideia de a ir explorar às 3h da manhã de sexta feira 13 (porque não, nem gostamos de viver nem nada). Eu tenho uma certa sensibilidade para espíritos e sinto-os e às vezes eles transmitem-me imagens e gosto de me meter em aventuras e tentar comunicar com eles e decidi alinhar mesmo sabendo do perigo que poderia haver por causa das horas e do dia que tínhamos escolhido. Eu não sabia qual era a casa mas à medida que ia descendo a rua sentia o ar a ficar cada vez mais pesado e percebi qual era mal olhei para ela, a energia era muito pesada e senti alguém a olhar para mim na janela do 1º andar.
Estávamos um grupo de mais de 10 mas acabamos a entrar só 5, muitos tiveram demasiado medo para conseguir entrar e decidiram esperar à porta. Os mais sensíveis a espíritos estavam com um péssimo pressentimento e concordamos que nao seria seguro ficar la depois das 3h (faltavam 13 minutos para as 3h quando entramos e saímos de lá faltavam 2 minutos) porque sentíamos que provavelmente não íamos sair de lá a salvo de tão más que eram as energias. Entramos no alpendre e sentíamos algo connosco. Eu fui atrás na fila e conseguia sentir que alguém estava atrás de mim. Ouvimos passos atrás de nós, vimos orbes, sentimos arrepios, demos 3 toques e responderam-nos de dentro da casa, vimos vultos e ouvimos um rugido que parecia vir de debaixo da terra que só eu e outra colega ouvimos, tudo isto no terreno à volta da casa em si. Usei o pêndulo lá dentro e indicou péssimas energias e ao sentir-mos tanta pressão e tanto perigo decidimos sair. Quando saímos fomos recebidos pelos que ficaram do lado de fora com bastante preocupação porque enquanto estavamos no alpendre da casa eles viram uma figura na janela do 1º andar e a janela abriu-se, os mais sensíveis que ficaram do lado de fora, repararam também que um vulto nos andava a acompanhar lá dentro. Decidimos ir embora e sentimo-nos seguidos o caminho todo até casa. Houve uma parte que o grupo se separou para levarem umas colegas a casa e fiquei eu mais 4 colegas num banco enquanto os outros desceram por uma rua. Tanto eu como outra amiga somos sensíveis e estávamos a sentir que alguma coisa estava connosco e que outra tinha ido atrás dos outros. Aí vi um vulto atrás da minha amiga quando olhei para o vidro da loja que tinhamos ao nosso lado e decidi tirar fotos a ver se apanhava alguma coisa e consegui apanhar uma mancha branca em movimento numa delas. Depois disso os outros regressaram e fomos todos para casa sempre a sentirmo-nos seguidos.
Durante esse fim de semana que se seguiu todos aqueles que eram mais sensíveis tiveram experiências estranhas, vimos vultos a passar pelo canto do olho, objetos mudaram de lugar, portas trancadas abriram-se, senti-mos presenças,... Só nos sentimos mais libertos quando voltamos à casa.
Fui lá uma 2a vez, desta vez com um grupo diferente que ainda não tinha entrada no terreno da casa e fomos de dia para ver o terreno para ver se nao era perigoso. Ao inicio sentimos a desconfiança das entidades e elas reagiram mal quando nos aproximamos da casa mas depois acolheram-nos e foi bastante estranho, deixamos de sentir medo e começamos a sentir um certo conforto e ficamos la algum tempo a conversar sem explorar nada. Senti que eles me estavam a acolher e a proteger e foi algo de muito estranho.
Voltamos lá novamente noutro dia também de dia, sentimos uma certa desconfiança em relação a um colega nosso mas depois acalmaram-se e fomos explorar o terreno. Mas as coisas começaram a ficar estranhas quando decidimos ir explorar uma parte da casa onde nos sentíamos super observados sempre que passávamos por lá do lado de fora. Chegamos lá e sentimos as energias a mudar abruptamente, aquilo que parecia paz tornou-se algo de bastante pesado. Esse sítio era do lado esquerdo da casa e tinha umas escadinhas que levavam a um pequeno patamar ligeiramente mais abaixo do piso da rua com uma entrada para um pequeno quarto com umas energias muito pesadas. Um pouco a medo pedimos autorização para entrar e entramos, exploramos a pequena divisão sempre com um sentimento de pânico. Quando íamos a sair desse patamar começamos a sentir muito pânico e ouvimos o choro de uma mulher em desespero, era uma das entidades femininas da casa (sentimos mesmo muitas lá dentro e suspeitamos que tenha acontecido la mais que um suicídio) e ela foi connosco o caminho todo até ao outro lado da casa sempre a chorar e em desespero. Uma amiga minha sentiu que estavam várias vozes a chamá-la de trás de uma porta e eu fui ver isso com ela e também senti que nos estavam a chamar e a energia pesada de dor que faziam passar e meti a mão pela janela que tinha ao lado e senti que me estavam a agarrar e eletricidade estática. Sentiamos-nos observados, tocados, arrepios, eletricidade estatica e a mulher continuava connosco enquanto exploravamos. Depois senti que me estavam a chamar de uma das varandas da casa e subi por umas escadas exteriores que la iam dar sozinha e quando cheguei la a cima vi um homem a olhar fixamente para o quintal, a chegar-se ao parapeito e a apontar para uma árvore no meio do quintal. Desci e fomos ver. Chegamos la e encontramos conchas no chão à volta da árvore e estávamos a falar sobre o quão estranho isso era quando uma colega super assustada nos diz "malta encontrei uma costela", arranjei uma folha de papel e peguei na costela para a observar (somos todos de antropologia, passamos as aulas a ver ossos humanos e por isso era a nossa área) e enquanto observava um colega meu olhou para uma das janelas da casa viu um vulto e desmaiou, outro colega nosso só teve tempo de o agarrar e olhar para a janela e ver o vulto e a janela a abrir-se. O pânico da entidade da mulher que estava connosco aumentava e sentia-mos que ela nos agarrava e que chorava de pânico. Olhamos à volta para o chão do sitio onde estavamos e reparamos que haviam centenas de ossos espalhados por todo o lado. Ligamos a uma colega do 2o ano que tinha mais experiência para ver se os ossos eram humanos ou não e ela identificou uns que claramente não eram mas outros pareciam-lhe de criança no máximo com 5 anos mas ainda não tinha a certeza e por isso não chamamos a policia nem nada do genero e decidimos chamar alguem que estivesse a tirar antropologia forense para ver melhor e avaliar melhor (ate agora ainda não foram la). Nessa tarde sentimos um chamamento vindo do segundo andar de uma espécie de arrecadação que tem ao lado da casa e decidimos ir la eu mais 2 colegas, enquanto subíamos as escadas o espirito da mulher entrava cada vez mais em pânico e puxou o casaco de uma das minhas colegas e estava a agarrar-se ao meu braço, claramente a não querer que subíssemos. Subimos ate ao patamar que dava entrada para o anexo e sentimos um cheiro a ossos muito forte, igual ao que sentimos quando entramos na nossa sala de aulas praticas que tem imensos esqueletos humanos e de primatas, eu ia entrar lá dentro mas a entidade começou a transmitir-nos o ataque de panico dela e cada uma de nos sentiu uma parte diferente de um ataque de panico e decidimos que era melhor irmos todos embora dali.
Burros como somos decidimos voltar novamente à casa com pessoas diferentes porque a historia começou a espalhar-se e queria ir tudo à casa. O ambiente estava péssimo mas mesmo assim entramos. Eu estava a guiar o grupo porque descobrimos que eu tinha bues capacidades e porque eu sou burra como tudo e so faço coisas estupidas e iamos pelo caminho da direita quando eu percebo que no meio do caminho estava uma entidade bue pesada e enfurecida a olhar para nos. Todos sentiram e estavam todos assustados, mas eu burra como sou disse "não podemos mostrar medo vamos enfrentar" e continuei em frente. A coisa não se mexeu e eu literalmente atravessei-a. Senti arrepios fortes e um medo e uma agitação muito fortes, senti imensa eletricidade estática à minha volta e entrei em pânico e disse-lhes que tínhamos que dar a volta rápido, que algo estava muito errado. Voltamos para a entrada da casa e eles estavam bue assustados com o que aconteceu. Nisto uma das raparigas que era nova sentiu uma atração muito forte pelo quarto onde encontramos a entidade feminina e começou a ir para la e fui atrás dela (mais ninguém foi porque estavam com um mau pressentimento). Ela queria descer as escadas mas eu proibi-a porque sabia que ia dar asneira e estava a falar com os outros quando ela começou a descer as escadas e em pânico mandámo-la subir outra vez e ela obedeceu. Estávamos todos a discutir se devíamos ou não la ir quando eu olho para ela e vejo-a a tremer paralisada e a fixar a porta da entrada do quarto, tentei que ela reagisse e como não o fazia arrastamo-la para fora do terreno. Mais tarde ela disse-me que não fazia ideia do que aconteceu para aquilo ter acontecido.

Desde essa noite que comecei a sentir-me super estranha, as minhas sensibilidades desapareceram quase por completo, sinto um grande vazio, irrito.me com facilidade e sinto exaustão. Estou assim desde que saí da casa. Eles dizem que eu fiz uma espécie de escudo para os proteger do que quer que estivesse naquele caminho e que fiquei assim por causa disso. Já estou assim há 3 dias. Só melhorou ligeiramente porque fui acender uma vela ao cemitério ao meu avo que contactou comigo e eu percebi que era ele que me andava a proteger na casa e ele pediu-me para lhe dar luz e foi por isso que fui ao cemitério.

Sinto-me muito mal e não sei o que fazer, a historia da casa nao me sai da cabeça e por causa do que aconteceu agora nao sinto nada.
 


Peço desculpa pelos erros do texto e más construções frásicas mas era muito texto para escrever e sinto-me esgotada e mesmo assim não escrevi tudo o que aconteceu na casa.

O que se anda a passar é tão pesado que a minha mãe que sempre foi uma enorme cética em relaçao a espiritos esta-me a tentar proibir de la voltar e esta com imenso medo que me aconteça alguma coisa.



Mensagem alterada devido à reincidência de erros ortográficos.

« Última modificação: Novembro 02, 2017, 12:28:40 por Arcandi »


Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória." José Saramago
pub

  Tópico: Casa Assombrada e ataque Resposta #1Outubro 22, 2017, 05:27:21
Iniciante


Mensagens: 37
Apreciações: 38
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #1 em: Outubro 22, 2017, 05:27:21

Tens fotos da casa? E já agora podias tentar saber um pouco mais sobre ela. Fiquei curioso
Seja a primeira pessoa a gostar disto, fazendo login ou registando-se.
Registado

“Every man has his secret sorrows which the world knows not; and often times we call a man cold when he is only sad.”

  Tópico: Casa Assombrada e ataque Resposta #2Outubro 23, 2017, 10:18:15
Guru
***


Mensagens: 451
Apreciações: 581
Referidos: 1

Feminino WWW
» Resposta #2 em: Outubro 23, 2017, 10:18:15

Talvez também seja boa ideia tentar saber o histórico da casa. Quem lá viveu, se aconteceu alguma coisa...
Seja a primeira pessoa a gostar disto, fazendo login ou registando-se.
Registado

"Que minha porta se abra àqueles que habitam fora da riqueza, da fama e do privilégio. Que os que jamais andaram descalços não encontrem o caminho que chega à minha porta....
Que o lugar onde habito seja como uma floresta. Que haja caminhos e veredas para as cavernas e poços e árvores e flores, animais e pássaros, todos conhecidos e por mim reverenciados com amor." A Bruxa, Rae Beth

  Tópico: Casa Assombrada e ataque Resposta #3Outubro 24, 2017, 01:22:45
Iniciante


Mensagens: 36
Apreciações: 16
Referidos: 1

Feminino
» Resposta #3 em: Outubro 24, 2017, 01:22:45

Vou tentar tirar fotos assim que conseguir me voltar a aproximar da casa. Queremos descobrir a história mas não conseguimos encontrar nada online. Ainda não estou bem depois da ultima noite, nem consigo dar cartas de tarot, as minhas energias ficaram bue afetadas e nao sei o que fazer.
Seja a primeira pessoa a gostar disto, fazendo login ou registando-se.
Registado

"Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória." José Saramago

  Tópico: Casa Assombrada e ataque Resposta #4Outubro 24, 2017, 07:50:09
Guru
***


Mensagens: 451
Apreciações: 581
Referidos: 1

Feminino WWW
» Resposta #4 em: Outubro 24, 2017, 07:50:09

Experimente fazer um banho de descarga com sal, seguido de outro com flores ou ervas do seu agrado para repor energias. Limpe-se com uma toalha lavada, de preferência branca e não esfregue o corpo, apenas encoste a toalha. O ideal seria secar ao ar. Faça isto à noite antes de ir para a cama (mude inclusive os lençóis para retirar toda a energia negativa de antes) e faça os possíveis por fazer 8 horas de sono.
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Que minha porta se abra àqueles que habitam fora da riqueza, da fama e do privilégio. Que os que jamais andaram descalços não encontrem o caminho que chega à minha porta....
Que o lugar onde habito seja como uma floresta. Que haja caminhos e veredas para as cavernas e poços e árvores e flores, animais e pássaros, todos conhecidos e por mim reverenciados com amor." A Bruxa, Rae Beth

  Tópico: Casa Assombrada e ataque Resposta #5Dezembro 08, 2017, 02:40:53
Iniciante


Mensagens: 30
Apreciações: 12
Referidos: 0

SUPRA OMNES LUXES LUCES
Masculino
» Resposta #5 em: Dezembro 08, 2017, 02:40:53

Coimbra é uma cidade antiga, muito antiga. Muita gente nasceu, viveu e morreu lá e muitos ainda por lá andam. Hás de descobrir muitos locais como esse, tanto privados como públicos, é só uma questão de estar atenta. Boas descobertas!
Seja a primeira pessoa a gostar disto, fazendo login ou registando-se.
Registado

Xavante.
  Páginas:   Ir para o topo
Novo Tópico Nova Votação
Ir para:  


Tópicos Relacionados
Assunto Iniciado por Respostas Visualizações Última mensagem
Casa assombrada em Estarreja (distrito de Aveiro) « 1 2 3 4 »
Locais Assombrados em Portugal
Nika 53 19482 Última mensagem Março 19, 2016, 14:23:59
por Nika
Casa assombrada em Olhão « 1 2 3 »
Locais Assombrados em Portugal
RitaRelógio 40 15371 Última mensagem Outubro 28, 2012, 20:44:14
por Kid
Casa Assombrada « 1 2 »
Relatos e Experiências
Arph 23 6997 Última mensagem Julho 09, 2012, 20:05:07
por kikka
Casa assombrada Entroncamento (casa onde foi assassinada uma prostituta) « 1 2 3 4 »
Locais Assombrados em Portugal
kikita100 52 15821 Última mensagem Setembro 23, 2017, 21:55:06
por hoopsy
Casa assombrada?
Suporte e Ajuda à Paranormalidade
juana_kiss 1 1757 Última mensagem Setembro 07, 2011, 18:00:23
por JaneLee
Casa assombrada? « 1 2 3 4 5 »
Fotografias e Vídeos de Fantasmas Captados em Portugal
mindinha 65 7956 Última mensagem Fevereiro 09, 2016, 15:58:31
por M Pinho
Casa assombrada « 1 2 3 »
Relatos e Experiências
ANA18 35 3548 Última mensagem Maio 13, 2013, 11:12:10
por Paraphenomenal
Casa Assombrada?
Assuntos Místicos Generalistas
Karydia 2 284 Última mensagem Janeiro 10, 2016, 16:24:37
por Karydia