Bem vindo(a) ao Portugal Paranormal! Para aceder a todo o conteúdo do fórum registe-se ou, caso já seja membro, faça o login. Obrigado!
[x]

  Páginas:   Ir para o fundo
  Tópico: Quem fui eu? Resposta #15Maio 02, 2015, 11:02:08
Supremo
*****
Choped Literário - Março '15 Choped Literário - Abril '15 Choped Literário - Junho '15


Mensagens: 5355
Apreciações: 11224
Referidos: 2

Que todos os Seres possam ser Felizes!
Feminino WWW
» Resposta #15 em: Maio 02, 2015, 11:02:08

Tu lembraste da tua vida anterior ? Como é que faz essa meditação com o "Eu Superior" ? E como é que se acede a esses "Registos Akáshicos" ?

Eu não me lembro da minha vida anterior, mas de várias vidas: como cantora na Itália; pertencente aos czares da Rússia, como escravo negro, como Índio (diversas), como uma simples mulher da idade Média, etc...

Deixo-lhe aqui as meditações dos RA e do Eu Superior:

http://portugalparanormal.com/index.php/topic,32822.0.html

http://portugalparanormal.com/index.php/topic,32521.0.html

Tudo de bom!

Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

..."no woman no cry... cause when one door is closed, many more is open"...
Membro nr. 34334
pub

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #16Maio 02, 2015, 13:29:27
Iniciante


Mensagens: 28
Apreciações: 22
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #16 em: Maio 02, 2015, 13:29:27

Eu não me lembro da minha vida anterior, mas de várias vidas: como cantora na Itália; pertencente aos czares da Rússia, como escravo negro, como Índio (diversas), como uma simples mulher da idade Média, etc...

Deixo-lhe aqui as meditações dos RA e do Eu Superior:

http://portugalparanormal.com/index.php/topic,32822.0.html

http://portugalparanormal.com/index.php/topic,32521.0.html

Tudo de bom!



A questão é : Será que essas lembranças são mesmo de vidas passadas? Há doenças psicológicas em que os doentes criam realidades e histórias que nunca aconteceram mas que pensam ser mesmo realidade. (atenção que não te estou a chamar doente) Será que são mesmo lembranças ou é algum processo cerebral que desconhecemos? Ainda não sabemos tudo sobre o cérebro humano.
MAs claro que deixo sempre o benefício da dúvida e admito que há casos muito estranhos e difíceis de explicar .
Obrigado pelos links e tudo de bom também para ti Smiley
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Não há nas farmácias nada específico contra a existência; só pequenos remédios para os fanfarrões. Mas onde está o antídoto do desespero claro, infinitamente articulado, orgulhoso e seguro? Todos os seres são desgraçados; mas, quantos o sabem? A consciência da infelicidade é uma doença grave demais para figurar em uma aritmética das agonias ou nos registos do Incurável.(...)Que pecado cometeste para nascer, que crime para existir? Tua dor, como teu destino, não tem motivo. (...)Na frase do Tempo os homens se inserem como vírgulas, enquanto que, para detê-la, tu te imobilizaste como um ponto."

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #17Maio 02, 2015, 18:50:57
Júnior
*


Mensagens: 79
Apreciações: 119
Referidos: 2

Masculino
» Resposta #17 em: Maio 02, 2015, 18:50:57

Sim é possivel.
Concordo com a faty lee.. Vou só acrescentar umas pequenas coisas..

Ao sofrer o processo de reencarnaçao sao criados selos na alma que guardam as memorias/habilidades tudo o que fez nas suas vidas passadas, o que é etc.. Estes selos podem ser quebrados e ao serem quebrados a pessoa em causa sofre "awkenings" em que se apercebe de tudo o que fez e o que é, é uma fase em que se desperta totalçmente para a vida..

Creio que ao fazer hipnose e terapias de regressao a pessoa em causa apenas esta a explorar parte superficial dos selos.. Mas isto é so um pensamento meu que me surgiu agora.

Ao longo da vida os seles podem ser quebrados automaticamente ou por si ou por outras pessoas, atravès de projeçoes e soul divings.

CUmprimentos
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

Platão.

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #18Maio 02, 2015, 20:07:20
Supremo
*****
Choped Literário - Março '15 Choped Literário - Abril '15 Choped Literário - Junho '15


Mensagens: 5355
Apreciações: 11224
Referidos: 2

Que todos os Seres possam ser Felizes!
Feminino WWW
» Resposta #18 em: Maio 02, 2015, 20:07:20

A questão é : Será que essas lembranças são mesmo de vidas passadas? Há doenças psicológicas em que os doentes criam realidades e histórias que nunca aconteceram mas que pensam ser mesmo realidade. (atenção que não te estou a chamar doente) Será que são mesmo lembranças ou é algum processo cerebral que desconhecemos? Ainda não sabemos tudo sobre o cérebro humano.
MAs claro que deixo sempre o benefício da dúvida e admito que há casos muito estranhos e difíceis de explicar .
Obrigado pelos links e tudo de bom também para ti Smiley

Totalmente de acordo. Você já leu alguns tópicos aqui do PP que falam sobre "lembranças" de vidas passadas com crianças de tenra idade? Como você poderá explicar essas lembranças? As confabulações são uma realidade da atividade da nossa mente. Mas há processos cognitivos que permitem ser rastreados e dados como prováveis ou não nessas confabulações. Se tiver interesse científico sobre a questão, veja os estudos realizados por Ian Stevenson... provavelmente logo num primeiro artigo que leia deste cientista e professor de psiquiatria, você comece a compreender que tudo é, na verdade, uma questão de abrir a mente e aceitar algo que não seja aquilo que todos nos fazem crer.

Vou fazer-lhe uma questão, se me permite. Você está a falar comigo, pelo fórum. Você pensa que eu sou uma mulher, por isso um ser dotado de respostas e de emoções perante as coisas da vida, correto? Até aqui eu não coloco qualquer entrave. Agora pergunto-lhe que certeza você tem de que eu sou um ser que tenho uma atividade mental como a sua e não sou apenas um autómato perfeito, programado para responder às suas questões de forma comportamental e emocional? Diga-me, o que lhe garante que outra pessoa ao seu lado tenha uma atividade mental? Você vê essa atividade?

Não me vai responder que assume isso como verdadeiro porque você tem uma atividade mental e, consequentemente, os outros seres também a terão... pois esta resposta seria uma falácia ao seu próprio argumento. E então, como é que você sabe que existe atividade mental no outro sujeito?

Aguardo Smiley
Seja a primeira pessoa a gostar disto, fazendo login ou registando-se.
Registado

..."no woman no cry... cause when one door is closed, many more is open"...
Membro nr. 34334

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #19Maio 02, 2015, 21:45:57
Iniciante


Mensagens: 28
Apreciações: 22
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #19 em: Maio 02, 2015, 21:45:57

Totalmente de acordo. Você já leu alguns tópicos aqui do PP que falam sobre "lembranças" de vidas passadas com crianças de tenra idade? Como você poderá explicar essas lembranças? As confabulações são uma realidade da atividade da nossa mente. Mas há processos cognitivos que permitem ser rastreados e dados como prováveis ou não nessas confabulações. Se tiver interesse científico sobre a questão, veja os estudos realizados por Ian Stevenson... provavelmente logo num primeiro artigo que leia deste cientista e professor de psiquiatria, você comece a compreender que tudo é, na verdade, uma questão de abrir a mente e aceitar algo que não seja aquilo que todos nos fazem crer.

Vou fazer-lhe uma questão, se me permite. Você está a falar comigo, pelo fórum. Você pensa que eu sou uma mulher, por isso um ser dotado de respostas e de emoções perante as coisas da vida, correto? Até aqui eu não coloco qualquer entrave. Agora pergunto-lhe que certeza você tem de que eu sou um ser que tenho uma atividade mental como a sua e não sou apenas um autómato perfeito, programado para responder às suas questões de forma comportamental e emocional? Diga-me, o que lhe garante que outra pessoa ao seu lado tenha uma atividade mental? Você vê essa atividade?

Não me vai responder que assume isso como verdadeiro porque você tem uma atividade mental e, consequentemente, os outros seres também a terão... pois esta resposta seria uma falácia ao seu próprio argumento. E então, como é que você sabe que existe atividade mental no outro sujeito?

Aguardo Smiley

Com esses videos das crianças com memorias de vidas passadas e esses estudos realizados pelo Ian Stevenson ( que já vi assim por alto) , admito que a reencarnação é uma hipótese altamente provável. Mas assim sendo , em que pressupostos é que ela funcionaria? É como o Budismo fala? Ou antes o Espiritismo ? Ou outra coisa qualquer? Que Deus é que existe ? O que sabemos desse Deus?

Quanto a essa questão , é difícil de responder, ia responder (e respondi num outro topico) da forma que dizes no último parágrafo, mas a verdade é que uma pessoa nunca saberia. Mas é altamente provável que seja mesmo uma pessoa real porque eu também sou real ( serei ? Cheesy) e como tal era muito egocêntrico da minha parte achar que estava a tudo a funcionar em redor de mim , para mim.
 
« Última modificação: Maio 02, 2015, 21:46:46 por Poseidon367910 »


Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Não há nas farmácias nada específico contra a existência; só pequenos remédios para os fanfarrões. Mas onde está o antídoto do desespero claro, infinitamente articulado, orgulhoso e seguro? Todos os seres são desgraçados; mas, quantos o sabem? A consciência da infelicidade é uma doença grave demais para figurar em uma aritmética das agonias ou nos registos do Incurável.(...)Que pecado cometeste para nascer, que crime para existir? Tua dor, como teu destino, não tem motivo. (...)Na frase do Tempo os homens se inserem como vírgulas, enquanto que, para detê-la, tu te imobilizaste como um ponto."

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #20Maio 02, 2015, 22:17:11
Supremo
*****
Choped Literário - Março '15 Choped Literário - Abril '15 Choped Literário - Junho '15


Mensagens: 5355
Apreciações: 11224
Referidos: 2

Que todos os Seres possam ser Felizes!
Feminino WWW
» Resposta #20 em: Maio 02, 2015, 22:17:11

Com esses videos das crianças com memorias de vidas passadas e esses estudos realizados pelo Ian Stevenson ( que já vi assim por alto) , admito que a reencarnação é uma hipótese altamente provável. Mas assim sendo , em que pressupostos é que ela funcionaria? É como o Budismo fala? Ou antes o Espiritismo ? Ou outra coisa qualquer? Que Deus é que existe ? O que sabemos desse Deus?

Quanto a essa questão , é difícil de responder, ia responder (e respondi num outro topico) da forma que dizes no último parágrafo, mas a verdade é que uma pessoa nunca saberia. Mas é altamente provável que seja mesmo uma pessoa real porque eu também sou real ( serei ? Cheesy) e como tal era muito egocêntrico da minha parte achar que estava a tudo a funcionar em redor de mim , para mim.
 

Esta é uma questão muito pertinente que não terá certeza, apenas fé... ou seja, a reencarnação existe. Em que moldes ela se opera, ninguém sabe a verdade... talvez o budismo, as correntes new age, o espiritismo falam de alguns pontos, talvez todos os pontos façam sentido de alguma forma, talvez uns mais do que outros... não sabemos nunca e provas disso, para já não existem a não ser a sua crença relativamente à reencarnação. Eu acredito na reencarnação, agora os moldes em que ela se processa, sinceramente apenas vou buscar no espiritismo, no budismo e na corrente new age alguns dados que me parecem enquadráveis... os mais discutidos, se não tenho uma posição firme, assumo que não dou resposta, compreende?

Por exemplo, o espiritismo assume que há sempre progressão do espírito ou na pior das hipóteses estabilização... nunca regressão. Mas o budismo já assume que há regressão. Ou seja você hoje é um homem e na próxima encarnação em função daquilo que fizer aqui e agora você poderá, na próxima vida reencarnar como animal.... esta posição do budismo não faz eco dentro de mim, compreende? Estaríamos continuamente num jogo cego que não me faz muito sentido. Você está no 10º ano, se reprova você fica novamente no 10º ano, não tem que regressar ao 9º ano, compreende?

A sua resposta é muito inteligente. Obviamente que você não sabe. Eu também não. Eu "pressuponho" que você não seja um autómato, mas sim um ser com atividade mental, tal como eu me assumo. É uma "realidade" que nunca iremos comprovar, apenas deduzimos e aceitamos que seja assim, compreende isto? Então coloque isto agora na reencarnação. Na verdade, ela é uma "realidade" que acedemos quando a nossa compreensão assim o permite... se ela não o permitir, esqueça, pois você jamais irá compreender que ela possa ser uma "realidade" existente. Smiley
Seja a primeira pessoa a gostar disto, fazendo login ou registando-se.
Registado

..."no woman no cry... cause when one door is closed, many more is open"...
Membro nr. 34334

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #21Maio 02, 2015, 22:51:42
Iniciante


Mensagens: 28
Apreciações: 22
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #21 em: Maio 02, 2015, 22:51:42

Admitindo que a Reencarnação é real, eu acho possível a regressão pela forma como está o mundo hoje em dia. Como se explicaria a quantidade de malignidade que existe no mundo?

Outra questão que gostava de ver o que pensas , e que já fiz a outros membros num outro tópico, é  sobre o suicídio na tua perspectiva de reencarnação. O que se sucede a uma alma que cometa tal loucura ?
E ainda outra questão, como um psicopata se integra na perspectiva da reencarnação? Como é que um psicopata , que está condenado biologicamente a cometer barbaridades e ser de má índole, tem a possibilidade de se melhorar espiritualmente? Como é que Deus permite tal coisa?


E claro , eu compreendo quando não se sabe a resposta. Vale mais admitir que não se sabe , é exactamente como eu faço.
« Última modificação: Maio 02, 2015, 22:52:48 por Poseidon367910 »


Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Não há nas farmácias nada específico contra a existência; só pequenos remédios para os fanfarrões. Mas onde está o antídoto do desespero claro, infinitamente articulado, orgulhoso e seguro? Todos os seres são desgraçados; mas, quantos o sabem? A consciência da infelicidade é uma doença grave demais para figurar em uma aritmética das agonias ou nos registos do Incurável.(...)Que pecado cometeste para nascer, que crime para existir? Tua dor, como teu destino, não tem motivo. (...)Na frase do Tempo os homens se inserem como vírgulas, enquanto que, para detê-la, tu te imobilizaste como um ponto."

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #22Maio 02, 2015, 23:23:22
Júnior
*


Mensagens: 79
Apreciações: 119
Referidos: 2

Masculino
» Resposta #22 em: Maio 02, 2015, 23:23:22

Admitindo que a Reencarnação é real, eu acho possível a regressão pela forma como está o mundo hoje em dia. Como se explicaria a quantidade de malignidade que existe no mundo?

Outra questão que gostava de ver o que pensas , e que já fiz a outros membros num outro tópico, é  sobre o suicídio na tua perspectiva de reencarnação. O que se sucede a uma alma que cometa tal loucura ?
E ainda outra questão, como um psicopata se integra na perspectiva da reencarnação? Como é que um psicopata , que está condenado biologicamente a cometer barbaridades e ser de má índole, tem a possibilidade de se melhorar espiritualmente? Como é que Deus permite tal coisa?


E claro , eu compreendo quando não se sabe a resposta. Vale mais admitir que não se sabe , é exactamente como eu faço.

Se pensarem um bocadinho os relatos de fantasmas é tudo de pessoas que se suicidam praticamente.. Quem se suicida acaba preso neste "mundo" creio, porque deixaram as coisas para trás, o suicidio nao devia ser opçao para ninguem, porque sao capazes de passar piores momentos depois da morte do que aqui mesmo..
Quem se suicida nao consegue passar para o outro lado, fica retido
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

Platão.

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #23Maio 03, 2015, 00:02:29
Supremo
*****
Choped Literário - Março '15 Choped Literário - Abril '15 Choped Literário - Junho '15


Mensagens: 5355
Apreciações: 11224
Referidos: 2

Que todos os Seres possam ser Felizes!
Feminino WWW
» Resposta #23 em: Maio 03, 2015, 00:02:29

Poseidon367910 eu sei que a reencarnação existe. E sei também que no budismo, pelo menos no tibetano, se assume uma involução (chamemos-lhe assim pois é mais correto do que regressão, ok?) no ser e não uma evolução. Pessoalmente e esta é apenas a minha opinião, não consigo aceitar essa involução pois isso estaria contra a própria designação do ser que se pressupõe num processo de evolução e não de involução. O sofrimento e o mal sempre existiram. Hoje não temos muito mais do que outrora, apenas temos informações que entram constantemente em nossas casas. Por isso, considero que no percurso evolutivo do ser, nesse caminho, há quem se iluda com a existência e se esquece daquilo que realmente é, e para mim, é Luz… apenas isso. Mas como possui um véu de esquecimento, ele não deixa que essa Luz brilhe, ofusca-a e ignora-a (isso não significa que ela não esteja lá)… ou seja, o seu livre-arbítrio leva-o a optar pela roda interminável do samsara (sofrimento) e depois será difícil sair dela a não ser através da sua abertura à espiritualidade para que compreenda qual é o seu verdadeiro caminho. Se tiver interesse em ler um livro muito interessante é o Psicologia da Alma, de Joshua David Stone, que lhe mostra precisamente que tudo não passa de uma “opção” do espírito e o mal, somos nós próprios que deixamos a “luz” interior ficar ofuscada e não se expressar. É nesta perspetiva que assumo não uma involução do ser, mas uma estagnação com acumulação kármica constante.

O suicídio é, para mim, um tema delicado sob o ponto de vista espiritual. No budismo, o suicídio é um ato de egoísmo, pois o corpo humano é o veículo mais precioso para a evolução do ser e, terminando uma vida voluntariamente, karmicamente será um ser que irá ter que compreender, de alguma forma, que acabou de fechar um livro, que apesar de ser seu, não o ajudou na sua evolução. Um ser que comete o suicídio, sob o ponto de vista do espiritismo é um ser que simplesmente desistiu de agarrar os desafios que ele próprio assumiu que os teria quando reencarnado e, consequentemente, a sua missão não ficou cumprida. Pelo facto de não ter cumprido esse “contrato” espiritual, este ser poderá ficar no vale dos suicidas por algum tempo até a sua consciência despertar e sentir real necessidade de ser ajudado. No entanto, todos nós, de alguma forma, cometemos um suicídio voluntário, quando fumamos, bebemos, não cuidamos do nosso corpo, etc… veja que quer para o budismo quer para o espiritismo o corpo é o veículo primordial que permite a evolução do ser. O que acontece a um ser que comete o suicídio? Pois não sei… sei que ele, de alguma forma, irá ter que compreender o seu ato como contranatura e se isso significar reencarnar numa próxima vida, para colmatar a acumulação desse karma… pois assim o será.

O mais contrassenso para mim é ter conhecido um médium clarividente fenomenal, que me ajudou imenso num CE e mais tarde vir a saber que ele ficou doente e que não aguentou o seu sofrimento, tendo-se enforcado e posto assim, termo à sua vida. Para mim foi um “balde de água fria”. O que é que o incitou a fazer se ele sabia que não o deveria fazer? Foi ele próprio que assim o fez ou foi incitado a fazê-lo? São questões para as quais nunca encontrei resposta.

Relativamente à psicopatia… eu não coloco as questões sob o ponto de vista de Deus…ou seja, não as consigo colocar na perspetiva porque é que Deus permite tais coisas… pois se assim o faço, estou simplesmente a desresponsabilizar-me dos meus atos e toda a minha ação. A minha questão é mais no sentido de saber quais as razões que levam um sujeito a reencarnar como psicopata.

Mas veja, o que é para si a psicopatia? É algo efetivamente determinado biologicamente ou fruto de uma aprendizagem (leia-se aqui desenvolvimento)? Será que o psicopata, nasceu com uma perturbação de personalidade ou pelo contrário, todos os ingrediente nesta vida se reuniram para que ele se transformasse num psicopata? Eu não acredito no determinismo biológico ao nível da psicopatologia, pelo menos não a 100%… os sujeitos podem nascer com uma predisposição para e nunca desenvolverem uma psicopatologia… há pessoas que tiveram vidas atormentadas e nem por isso se inscrevem na psicopatologia… outros, até tiveram uma vida “normal” (aparentemente) e há uma predisposição (quase que inata) para o fazer…. será que estes seres, não acumularam experiências válidas de aprendizagens nas suas vidas anteriores? E ai o seu karma acumulou exponencialmente? Não sei… Um sujeito que escolhe ser psicopata é um sujeito, que tal como os restantes, fez uma escolha… escolha essa que se espelha numa perturbação de personalidade, pela incapacidade de gerir os desafios que a vida lhe trouxe.

Vou dar-lhe um exemplo dramático, ok? Você viu alguma vez o filme Rohtenburg? Se for uma pessoa corajosa, aconselho-o a vê-lo, pois foi baseado em factos verídicos. É um filme bizarro que mostra até onde a patologia pode ser levada… Naturalmente que um sujeito assim, não se mostra recetivo para sair do samsara que criou em sua vida (certamente fruto de um acumulo de karma de vidas anteriores) e dificilmente evoluirá espiritualmente. Se ele involui… não sei responder. Gostaria de acreditar que não, que pelo menos há uma estabilidade no seu processo evolutivo.

Aqui há tempos vi um documentário de um psicopata que foi julgado por ter morto não sei quantas mulheres a sangue frio, ter abusado delas e enterrado e destroçado os seus corpos. No tribunal, este homem foi julgado e foi visível o seu riso irónico e sarcástico perante os comentários depreciativos dos familiares das vítimas, levando-o a afirmar em tribunal que não se assumia como culpado. O pai, de uma das vítimas, disse-lhe que compreendia o que ele fez. Que o perdoava, pois ele tirou-lhe a sua única filha, mas que acreditava que só Deus o poderia julgar e que tinha rezado para que Deus fosse seu amigo. Perante este comentário, o psicopata baixou a cabeça, visivelmente perturbado, os seus olhos se encheram de lágrimas e logo em seguida disse ao juiz que se assumia como culpado. Como você explica isto se ele é um psicopata? Significaria não ter consciência?... pois pelos vistos, os psicopatas também são conscientes. Se tiver interesse em ler um livro muito interessante sobre a forma como a psicopatia surge e como ela é mascarada, aconselho-o a ler o livro – El Psicopata de Vicente Garrido, está em espanhol, mas compreende-se muito bem.

Desculpe a minha resposta descomunal!! Grin
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

..."no woman no cry... cause when one door is closed, many more is open"...
Membro nr. 34334

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #24Maio 03, 2015, 01:02:23
Iniciante


Mensagens: 28
Apreciações: 22
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #24 em: Maio 03, 2015, 01:02:23

FilhoDeGaia e Faty Lee, então mas por exemplo, e se for um suicídio de um senhor de  60's anos  ? O que é que ele tinha mais para evoluir daí para a frente? A maior parte dos idosos arrastam-se... E como disseste, Faty Lee,  a maior parte das pessoas comete suícidio voluntário a médio /longo pazo mas parece que não conta... Se um deprimido se mete na heroína ou noutra droga letal qualquer de propósito porque sabe que a médio prazo irá morrer , isso conta também para o que disseste? E a depressão? É uma doença que abala qualquer ser humano, pode chegar a um ponto de agonia que decide cometer uma loucura, quem é que pode condenar tal coisa?

Faty Lee, não é preciso pedires desculpa. Gostei de ler o que escreveste. Smiley
Já vi esse filme e conheço esse caso do psicopata que chora quando o pai da vitima lhe diz que o perdoa. Mas cada psicopata tem a sua particularidade. A questão é, como é que um ser como um psicopata que biologicamente (ele até escolher não matar ninguém) não consegue sentir amor, empatia e é egoísta pode estar em missão de evolução? É impossível na minha opinião, o que é que o faz encarnar assim ? Se são as vidas passadas não tem lógica ele estar a nascer assim, é mais um castigo do que uma oportunidade de melhorar...

P.S. : Já fiz download do livro que referenciaste. Smiley
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Não há nas farmácias nada específico contra a existência; só pequenos remédios para os fanfarrões. Mas onde está o antídoto do desespero claro, infinitamente articulado, orgulhoso e seguro? Todos os seres são desgraçados; mas, quantos o sabem? A consciência da infelicidade é uma doença grave demais para figurar em uma aritmética das agonias ou nos registos do Incurável.(...)Que pecado cometeste para nascer, que crime para existir? Tua dor, como teu destino, não tem motivo. (...)Na frase do Tempo os homens se inserem como vírgulas, enquanto que, para detê-la, tu te imobilizaste como um ponto."

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #25Maio 03, 2015, 16:03:29
Supremo
*****
Choped Literário - Março '15 Choped Literário - Abril '15 Choped Literário - Junho '15


Mensagens: 5355
Apreciações: 11224
Referidos: 2

Que todos os Seres possam ser Felizes!
Feminino WWW
» Resposta #25 em: Maio 03, 2015, 16:03:29

Há pessoas que aprendem mais da espiritualidade após os 60 anos do que antes disso, pois nunca se dedicaram afincadamente a ela. Por isso a evolução não tem que ver com a idade. Assim como encontramos pessoas com mais de 60 anos que nunca pensaram na espiritualidade. Enquanto estivermos vivos significa que ainda temos algo para fazer. Disse e muito bem, que muitos idosos se arrastam, mas não acha que até isso é uma forma de aprendizagem? De fazer cedências, de aceitação, etc?? Tudo é evolução porque a aprendizagem decorre em qualquer momento da nossa vida, não lhe parece?

O suicídio é a ação de não respeito por si mesmo, independentemente do teor que o carateriza, compreende? Seja pela depressão, pela toxicodependência, etc… Qualquer que seja o quadro psiquiátrico do sujeito ele espelha sempre a acumulação de situações mal resolvidas, desta e de outras vidas, que devem ser transformadas e serem encontradas outras formas para lidar com a própria dor. Mesmo o sujeito que não vê sequer uma luz ao fundo do túnel, essa luz existe, porque na vida tudo tem solução.

Quanto à psicopatia… o principal problema do psicopata é relacional, ou seja, reside na empatia (incapacidade de se colocar no lugar do outro) e não tanto na alexitimia (incapacidade de mostrar emoções e sentimentos). E naturalmente, que este ser, independentemente do quadro clínico diagnosticado tem uma missão, que reside na compreensão e transmutação das suas próprias emoções e sentimentos. Há aqui imensa coisa a ser transformada… é, uma missão difícil mas não impossível.

Certamente que estes quadros residem numa acumulação de karmas de vida passados… e talvez de natureza variada que tenham culminado nessa encarnação. Para mim, não faz sentido o “castigo”, pois sob o meu ponto de vista não há castigo divino… se alguém se castiga, somos nós próprios em nossa consciência plena.  
« Última modificação: Maio 03, 2015, 16:04:44 por Faty Lee »


Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

..."no woman no cry... cause when one door is closed, many more is open"...
Membro nr. 34334

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #26Maio 03, 2015, 21:47:55
Iniciante


Mensagens: 28
Apreciações: 22
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #26 em: Maio 03, 2015, 21:47:55

A alma tem género ? O que é que condiciona a nascer-se homem ou mulher?
« Última modificação: Maio 03, 2015, 21:49:45 por Poseidon367910 »


Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Não há nas farmácias nada específico contra a existência; só pequenos remédios para os fanfarrões. Mas onde está o antídoto do desespero claro, infinitamente articulado, orgulhoso e seguro? Todos os seres são desgraçados; mas, quantos o sabem? A consciência da infelicidade é uma doença grave demais para figurar em uma aritmética das agonias ou nos registos do Incurável.(...)Que pecado cometeste para nascer, que crime para existir? Tua dor, como teu destino, não tem motivo. (...)Na frase do Tempo os homens se inserem como vírgulas, enquanto que, para detê-la, tu te imobilizaste como um ponto."

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #27Maio 03, 2015, 22:27:32
Guru
***


Mensagens: 1942
Apreciações: 4166
Referidos: 0

"Quando o servidor está pronto. O serviço aparece"
Masculino
» Resposta #27 em: Maio 03, 2015, 22:27:32

Os espiritos não tem sexo. Depois do desencarne o Espirito adota a forma da ultima encarnaçao atraves do periespirito que é o corpo semi-material que liga a Alma ao corpo. Ele escolhe vir como homem ou mulher dependendo do que venha fazer, então escolhe a forma que mais facil lhe seja para cumprir o proposito
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

Abençoado seja o seu santíssimo nome em favor de todos nós Deus nosso Pai.

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #28Maio 05, 2015, 12:41:30
Iniciante


Mensagens: 28
Apreciações: 22
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #28 em: Maio 05, 2015, 12:41:30

Os espiritos não tem sexo. Depois do desencarne o Espirito adota a forma da ultima encarnaçao atraves do periespirito que é o corpo semi-material que liga a Alma ao corpo. Ele escolhe vir como homem ou mulher dependendo do que venha fazer, então escolhe a forma que mais facil lhe seja para cumprir o proposito

E os animais têm espírito ? O que define os espíritos de um animal qualquer e de um ser humano ?
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Não há nas farmácias nada específico contra a existência; só pequenos remédios para os fanfarrões. Mas onde está o antídoto do desespero claro, infinitamente articulado, orgulhoso e seguro? Todos os seres são desgraçados; mas, quantos o sabem? A consciência da infelicidade é uma doença grave demais para figurar em uma aritmética das agonias ou nos registos do Incurável.(...)Que pecado cometeste para nascer, que crime para existir? Tua dor, como teu destino, não tem motivo. (...)Na frase do Tempo os homens se inserem como vírgulas, enquanto que, para detê-la, tu te imobilizaste como um ponto."

  Tópico: Quem fui eu? Resposta #29Maio 05, 2015, 12:45:34
Guru
***


Mensagens: 1942
Apreciações: 4166
Referidos: 0

"Quando o servidor está pronto. O serviço aparece"
Masculino
» Resposta #29 em: Maio 05, 2015, 12:45:34

E os animais têm espírito ? O que define os espíritos de um animal qualquer e de um ser humano ?

Sim têm espírito, os espíritos dos animais não tem inteligência própria,Ainda estão na parte da animalidade, os animais reencarnam quase de imediato porque também estam em evolução  O das pessoas tem inteligência e individualidade
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

Abençoado seja o seu santíssimo nome em favor de todos nós Deus nosso Pai.
  Páginas:   Ir para o topo
Novo Tópico Nova Votação
Ir para:  


Tópicos Relacionados
Assunto Iniciado por Respostas Visualizações Última mensagem
Fui ao Bruxo
Assuntos Místicos Generalistas
Arph 13 3917 Última mensagem Fevereiro 17, 2016, 02:18:22
por flor123
Fui empurrado
Relatos e Experiências
Bruxo 10 1448 Última mensagem Agosto 16, 2010, 16:52:18
por Edhelar
"Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?"
Espiritismo
tonyBaptista 10 3520 Última mensagem Dezembro 22, 2011, 00:48:34
por chacalnegro
Fui agarrado ao acordar
Relatos e Experiências
TomasCarrilo 4 1165 Última mensagem Maio 04, 2013, 00:54:44
por Paraphenomenal
Quem vai ficar e quem vai partir na transição planetária
Discussão Off-Topic & Chat Geral
iNêS.íNdIgO 3 993 Última mensagem Março 06, 2013, 16:52:55
por Mythos
Fui visitado... « 1 2 »
Relatos e Experiências
JGonçalo 21 1140 Última mensagem Setembro 06, 2014, 15:58:46
por JGonçalo
Será que fui alvo de magia?
Magia & Feitiçaria
fadadaluz13 5 341 Última mensagem Novembro 17, 2015, 13:43:45
por Marius
Quem fui? « 1 2 3 4 5 »
Terapia de vidas passadas (TVP) e Reencarnação
Blackwidow 70 1016 Última mensagem Março 08, 2016, 19:51:02
por askyfullofstars