Bem vindo(a) ao Portugal Paranormal! Para aceder a todo o conteúdo do fórum registe-se ou, caso já seja membro, faça o login. Obrigado!
[x]

  Páginas:   Ir para o fundo
  Tópico: Regras de bem viver (1606 visualizações) Fevereiro 25, 2013, 21:18:19
Sub Administrador
*****
Membro do Mês - Novembro 2009 Miss Portugal Paranormal 2010


Mensagens: 2600
Apreciações: 1230
Referidos: 10

Membro nº 850
Feminino
» em: Fevereiro 25, 2013, 21:18:19

Mais uma lenda de São Pedro da Cova.

“Regras de bem viver”


O novo quase nunca se contenta só com o facto histórico, pois a par com ele sua fértil imaginação costuma criar a lenda, para poetizar o fenómeno religioso ou o facto social já esclarecido, ou escondido nas brumas da história. Um pouco deste espírito reside no que se conta, hoje, no lugar de Beloi, em S. Pedro da Cova, por entroncar o espírito da grei, representado pelo rei que passou na história com o cognome de “O Povoador”.
 É da tradição entre os povos que habitaram os núcleos do Reboredo, Pia, Lameira e Beloi, que, em observância às regras estabelecidas nos bens patronímicos de El-Rei D. Afonso I doados à Diocese de Porto, em resultado duma carta do Couto de S. Pedro da Cova, seu filho, D. Sancho, estabelecera que as terras do padroado real, os chamados Reguengos, estariam vedados ao Bispo, para que nelas os populares fruissem o barro para fins domésticos e dos arvoredos mais ricos e densos, as madeiras para o fabrico do carvão vegetal - a conhecida choça -, factos estes reconhecidos durante as Inquisições que, em 1258, mandou fazer Afonso III, no próprio documento: “…Homines Cauti vadunt extra Cautum facere carbonem et pro barro”.
 É também lendário que a tais sítios se deslocava D. Sancho I, dizendo uns, que atraído pelos bons ares, pureza de águas, sossego, outros em demanda de remédio para os seus achaques, situando-se o ano 1210, por se reconhecer que era achacado de “hua doença vagarosa” (3), “a ponto que as esperanças de remédio inteiramente se desvaneceram”.
 Gorando-se a hipótese de cura por intermédio dos homens mais sapientes que frequentavam a Corte e os súbditos dos Conventos, agradecidos pelos legados que estabelecera em testamento, decidiu-se o monarca por visitar Beloi, ignorando os cansaços da viagem, a gravidade das epidemias e os seus contágios, nomeadamente a recrudescência da lepra e morfeia que atacava as populações. Reconhecia-se os préstimos da farmacopeia popular!...
 Ainda não tinha pousado os pés na soleira da pousada e já o surpreendia um homem de respeitável idade, banhado em pranto:
 - Porque chorais tanto, ancião? Quem vos fez mal?
 - Foi meu pai quem me bateu
 Estupefacto, o Rei insistiu com o dorido:
 - Foi o vosso pai que vos bateu? Mas.., com essa idade, ainda tendes pai?
 - Tenho, sim, Nobre Senhor! É aquele que se tresmalha entre os carvalhos e os azinhos, ora busçando bolota para os animais, ora recolhendo madeira para fazer carvão, eixos e roldanas.
 - Chamai-o aqui.
 O choroso homem deslocou-se então ao extremo da tapada e daí chamou:
 - Ó meu pai!... Chegue-se aqui que vos quer falar El-Rei!
 O chamado deitou por terra a ferramenta de corte e caminhou em direcção ao local, descobrindo-se. Era um ancião de provecta idade, teso, seco de carnes, voz timbrada, assumidiço. - Deus vos abençoe, nosso Rei. Que desejais deste vosso humilde servo?
 - Disse-me este homem que é vosso filho?
 - E disse-vos a verdade, que lha ensinamos desde pequeno.
 - E que lhe bateste. Porquê? - insistiu o monarca.
 - Por melindrar com maus modos meu pai, que além anda, arroteando a encosta.
 Ainda mais estupefacto, voltou o rei a perguntar:
 - O vosso… pai? Ainda o tendes?
 - Tenho e se Vossa Real Majestade me perdoar a lengalenga, dir-lhe-ei que minha avó morreu há semanas, afogada no rio, que além passa.
 - Meu Deus, meu Deus!... Isto é exemplar e único. Mas que código estabelece as vossas práticas de vida, para que nem os braseiros do Verão nem os açoites do Inverno vos tolham os ossos ou agridam a pele? Qual é a vossa postura perante a vida? De que vos alimentais, vestis, de que ciência bebeis para tão exclusivo comportamento?
 - Observando as quatro regras da tradição. Comendo o melhor pão da terra. levedado e bem cozido; bebendo o vinho, branco de manhã, tinto de tarde, para bem do sangue, mas só depois de bem tratado em cascos de carvalho e em intervalos de 15 dias; fornicando em leito quente sem mancebia, mensalmente só. Tudo isto feito em ordem e sem exageros, porque, diziam os antigos, “o abuso destrói o uso” e os “maiores males vêm muitas vezes do abuso dos maiores bens”. Eu lhe conto mais: já no tempo do Vosso Pai, D. Afonso - que Deus conserve no Céu - , era costume dizer-se neste Couto: “Usa, mas não abusa!”
 Quedava-se D. Sancho silencioso, admitindo que estes adágios, cheios de moral e sarcasmo, continham alguns ensinamentos domésticos, rematando com a seguinte pergunta:
 - Falaste-nos de quatro regras, mas só mencionaste três. A quarta qual é?
 Respondeu-lhe o ancião:
 - Trazendo à cinta esta espécie de escudo feito de boa cortiça, como outrora o faziam os antigos povos de Kauso, estabelecidos no Crasto, além. Sempre que cada portador se senta sobre a pedra de laje ou granítica, sob as nádegas dispõe deste resguardo, de forma a protegê-las dos frios, que são sempre maus para os ossos, causam o reumático, tolhem a saúde.
 Diz a tradição que, observando sem enfado os preceitos arrolados no grande livro da tradição oral, florescendo de geração em geração novos talentos, mandou El-Rei que os recolhesse, reconhecendo que a “verdade histórica está acima dos melindres patrióticos” , introduzindo-os na Corte, para que os observassem, os muitos filhos que teve e servissem os muitos mais bastardos que por infidelidade nasceram.


Fonte:Arquivo Português de Lendas.
Lendas de Gondomar Gondomar, Câmara Municipal de Gondomar, 1995 
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

Quando sou boa, sou boa, mas quando sou má, sou melhor ainda.
pub

  Tópico: Regras de bem viver Resposta #1Fevereiro 25, 2013, 21:57:19
Sub Administrador
*****


Mensagens: 2484
Apreciações: 1373
Referidos: 9

Ordo ab Chaos
Feminino
» Resposta #1 em: Fevereiro 25, 2013, 21:57:19

Gostei bastante!  Cheesy
A parte de fornicando em leito quente (...), mensalmente só... é que ...  RollEyes pronto, está bem, era outra época, outros costumes  Grin Evil
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

hoopsy

  Tópico: Regras de bem viver Resposta #2Fevereiro 26, 2013, 20:26:22
Supremo
*****
Membro do Mês - Agosto 2009


Mensagens: 9208
Apreciações: 2096
Referidos: 27

Feminino
» Resposta #2 em: Fevereiro 26, 2013, 20:26:22

que gira esta história,amiga Smiley gostei muito Smiley
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

  Tópico: Regras de bem viver Resposta #3Janeiro 19, 2014, 10:07:53
Moderador Global
*****
Vencedor do Desafio Cartas de Amor - Outubro de 2010


Mensagens: 5134
Apreciações: 4948
Referidos: 1

membro 559
» Resposta #3 em: Janeiro 19, 2014, 10:07:53

Uma lenda interessante. Como quase todas, traz bons conselhos.Todos os abusos são doentios.
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

  Tópico: Regras de bem viver Resposta #4Janeiro 19, 2014, 13:27:02
Supremo
*****


Mensagens: 6593
Apreciações: 5751
Referidos: 2

membro 3745
Feminino
» Resposta #4 em: Janeiro 19, 2014, 13:27:02

lenda bonita
Seja a primeira pessoa a gostar disto, fazendo login ou registando-se.
Registado

Iei Or (faça-se luz)
Shalom Aleichem
  Páginas:   Ir para o topo
Novo Tópico Nova Votação
Ir para:  


Tópicos Relacionados
Assunto Iniciado por Respostas Visualizações Última mensagem
Regras Gerais do Fórum
Regras e Dicas de Participação
IceBurn 0 129843 Última mensagem Março 18, 2009, 19:02:43
por IceBurn
Viver descansada
Magia & Feitiçaria
lua78 7 1406 Última mensagem Janeiro 19, 2014, 10:12:29
por oculto
[Outro] Dez mandamentos de como viver bem com os outros
Discussão Off-Topic & Chat Geral
Araj 1 663 Última mensagem Julho 26, 2011, 19:29:57
por BACHOR
Viver em Marte
Assuntos Místicos Generalistas
axioma 8 774 Última mensagem Janeiro 19, 2014, 12:24:14
por Ninfa
Qual diferença pessoas que nos fazem bem e pessoas que nos querem bem.
Relatos e Experiências
ricardoreis87 9 1282 Última mensagem Julho 28, 2014, 09:26:45
por sofiagov
Aprender a Viver no Agora
Assuntos Místicos Generalistas
Faty Lee 9 469 Última mensagem Fevereiro 09, 2015, 10:30:20
por cepticooucrente
Viver
Prosa
isisgaia 11 455 Última mensagem Março 12, 2015, 11:36:20
por isisgaia
3 regras: paradoxo, humor e mudança
Assuntos Místicos Generalistas
Marta149 0 203 Última mensagem Abril 21, 2017, 23:29:02
por Marta149