Bem vindo(a) ao Portugal Paranormal! Para aceder a todo o conteúdo do fórum registe-se ou, caso já seja membro, faça o login. Obrigado!
[x]

  Páginas:   Ir para o fundo
  Tópico: A condição feminina... (391 visualizações) Julho 15, 2017, 23:47:58
Mestre
****


Mensagens: 2239
Apreciações: 3829
Referidos: 0

Feminino
» em: Julho 15, 2017, 23:47:58

Por estes dias passei por algo que me tem irritado bastante, bem sei que a intenção não foi má, mas caiu-me muito mal, tudo ocorreu no meu local de trabalho, por norma ao domingo,á vez em cada sector, um de nós sai mais cedo, e na semana passada por vários motivos isso não foi possivel, no entanto o gerente virou-se para mim e disse "a fulana tal vai sair um pouco mais cedo porque tem uma filha pequenina..."e aquilo irritou-me porque pensei,"era a minha vez e porque não tenho filhos perco a vez?"(inclusive já fui outras vezes prejudicada sem poder sair mais cedo ao Domingo)Só porque não tenho filhos não tenho direito a descanso? Não posso estar com a minha familia e amigos? É como se basicamente não existisse por não ter filhos, como se as mulheres apenas servissem para ter filhos,e aí sim têm direitos. Exagero meu? Talvez, mas quem é mulher percebe aquilo que falo, a pressão que temos para casar e ter filhos está em todo lado, e como estou perto dos 30 sinto ainda mais na pele, é como se eu fosse uma anomalia (ja tive que chegar ao ponto de inventar um namorado no trabalho para não ser vista como freak, ou como se tivesse uma doença venérea)todas as minhas colegas de trabalho sao casadas e/ou têm filhos.
Mas eh pah, não me forcem a sentir culpada pelo facto de não ter filhos. Não tenho filhos ok?! E não sei se alguma vez quererei ter,e sinceramente não me interessa. É algo meu, pessoal, nem deveria sequer ser mencionado publicamente nem tão pouco usado no emprego. A vida é minha e ninguem tem nada a ver com isso. Ou então qualquer dia tenho filhos só para ter beneficios (alguns já fazem isso, mas pronto). Se calhar eu é que estou errada e não sei😛
Desculpem o meu desabafo mal-humorado😊
Dai partiu a minha ideia de colocar este tópico como forma de troca de experiências, tanto de mulheres como de homens(porque tambem há homens que são discriminados),se alguma vez se sentiram que de alguma forma foram prejudicados no local de trabalho pelas vossas opções de vida e o quanto isso vos afectou.
« Última modificação: Julho 15, 2017, 23:59:00 por moonchild »


Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Um dia eu lhe disse para esconder o seu coração... Você deveria ter escutado"
pub

  Tópico: A condição feminina... Resposta #1Julho 16, 2017, 09:11:07
Júnior
*


Mensagens: 89
Apreciações: 155
Referidos: 0

Feminino
» Resposta #1 em: Julho 16, 2017, 09:11:07

Quando fiquei grávida vi a diferença. Colegas minhas que nunca tinham falado comigo e para quem eu não existia (somos muitos) passaram a falar comigo como nos conhecemos à muito tempo. Até me apanhavam distraida e punham a mão na minha barriga, coisa que eu sempre detestei! Parecia que eu tinha passado a fazer parte do gangue.
As mulheres são más umas para as outras, como é que os homens nos hão-de respeitar?!
Nunca fez parte dos meus planos casar e ter filhos, mas acabou por acontecer naturalmente, aos 31 anos. O que eu queria era o meu T0 e fazer o que me apetecesse, sozinha!
Mas confesso que nunca fui beneficiada no trabalho por ser mãe. É complicado quando eles ficam doentes, pois quer queiramos, quer não, temos que faltar muitas vezes, e eu ainda tenho a sorte de ter apoio familiar. Nem quero pensar nas mães que não tem ninguém.
Agora quando sou eu que fico doente, tenho que me arrastar para o trabalho, para não faltar mais vezes.
É mesmo a condição feminina
« Última modificação: Julho 16, 2017, 09:12:24 por Talassa »


Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

  Tópico: A condição feminina... Resposta #2Julho 16, 2017, 10:36:26
Guru
***


Mensagens: 870
Apreciações: 376
Referidos: 0

Feminino
» Resposta #2 em: Julho 16, 2017, 10:36:26

Quando fiquei grávida vi a diferença. Colegas minhas que nunca tinham falado comigo e para quem eu não existia (somos muitos) passaram a falar comigo como nos conhecemos à muito tempo. Até me apanhavam distraida e punham a mão na minha barriga, coisa que eu sempre detestei! Parecia que eu tinha passado a fazer parte do gangue.
As mulheres são más umas para as outras, como é que os homens nos hão-de respeitar?!
Nunca fez parte dos meus planos casar e ter filhos, mas acabou por acontecer naturalmente, aos 31 anos. O que eu queria era o meu T0 e fazer o que me apetecesse, sozinha!
Mas confesso que nunca fui beneficiada no trabalho por ser mãe. É complicado quando eles ficam doentes, pois quer queiramos, quer não, temos que faltar muitas vezes, e eu ainda tenho a sorte de ter apoio familiar. Nem quero pensar nas mães que não tem ninguém.
Agora quando sou eu que fico doente, tenho que me arrastar para o trabalho, para não faltar mais vezes.
É mesmo a condição feminina

Como é que os homens nos hão-de-respeitar?

Respeitando. Respeitando incondicionalmente tanto o homem como a mulher em qualquer lado do mundo.

E isso começa por nós, nós devemos impor o respeito de como queremos ser tratados e respeitados!!
Eles, homens ou mulheres vão até onde nós permitimos (esticam-se).
Eu não sou diferente de ninguém e os/as que se "esticaram" o elástico rebentou. E depois de rebentar é irreparável.
Cabe-nos a nós decidir até onde podem esticar o elástico, mas nunca esquecendo que um dia ele rebenta.
« Última modificação: Julho 16, 2017, 14:06:09 por Anasus »


Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

  Tópico: A condição feminina... Resposta #3Julho 16, 2017, 10:53:52
Mestre
****


Mensagens: 2239
Apreciações: 3829
Referidos: 0

Feminino
» Resposta #3 em: Julho 16, 2017, 10:53:52

Quando fiquei grávida vi a diferença. Colegas minhas que nunca tinham falado comigo e para quem eu não existia (somos muitos) passaram a falar comigo como nos conhecemos à muito tempo. Até me apanhavam distraida e punham a mão na minha barriga, coisa que eu sempre detestei! Parecia que eu tinha passado a fazer parte do gangue.
As mulheres são más umas para as outras, como é que os homens nos hão-de respeitar?!
Nunca fez parte dos meus planos casar e ter filhos, mas acabou por acontecer naturalmente, aos 31 anos. O que eu queria era o meu T0 e fazer o que me apetecesse, sozinha!
Mas confesso que nunca fui beneficiada no trabalho por ser mãe. É complicado quando eles ficam doentes, pois quer queiramos, quer não, temos que faltar muitas vezes, e eu ainda tenho a sorte de ter apoio familiar. Nem quero pensar nas mães que não tem ninguém.
Agora quando sou eu que fico doente, tenho que me arrastar para o trabalho, para não faltar mais vezes.
É mesmo a condição feminina

La esta, "és presa por ter cão e por não ter cão".
Infelizmente há empresas que têm uma politica muito acirrada para com a maternidade. Ainda existe um longo caminho a percorrer, o machismo ainda está muito enraizado na nossa sociedade. 😟

Como é que os homens nos hão-de-respeitar?

Respeitando. Respeitando incondicionalmente tanto o homem como a mulher em qualquer lado do mundo.

E isso começa por nós, nós devemos impor o respeito de como queremos ser tratados e respeitados!!
Eles, homens ou mulheres vão até onde nós permitimos (esticam-se).
Eu não sou diferente de ninguém e os/as que se "esticaram" o elástico rebentou. E depois de rebentar é irreparável.
Cabe-nos a nós decidir até onde podem esticar o elástico, mas nunca esquecendo que um dia ela rebenta.


É uma boa solução...teoricamente,porque na pratica as coisas são um pouco diferentes, não digo que não haja casos em que isso se resolva assim, mas a maior parte das vezes não é bem assim.
Aliás, quantas mulheres estão no topo das empresas? E no entanto há mulheres mais qualificadas do que homens. Por exemplo no parlamento só há deputadas por causa das cotas, senão seriam bem menos ou nenhumas.
« Última modificação: Julho 16, 2017, 10:57:39 por moonchild »


Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Um dia eu lhe disse para esconder o seu coração... Você deveria ter escutado"

  Tópico: A condição feminina... Resposta #4Julho 16, 2017, 11:06:20
Guru
***


Mensagens: 827
Apreciações: 1473
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #4 em: Julho 16, 2017, 11:06:20

Saudações.

Minhas caras, compreendo o que falam. Mas acho que não devemos olhar esse assunto somente do ponto de vista feminino. Aos olhos do passado, a condição feminina foi de privilégio. Mas com o aparecimento das religiões mentalistas a condição feminina foi relegada para segundo plano. E no fundo é algo que está enraizado culturalmente e mentalmente nos dias de hoje. Mas este ponto não quer dizer que tal tenha que acontecer.

No meu caso, eu procuro ter o maior respeito pelo equilíbrio dos géneros. E sou a favor de que se um homem faz, a mulher também é capaz de fazer. E vice versa.

De qualquer das formas os desaguisados acontecem. Não é preciso ser de género, cor, raça ou credo diferentes. Isto porque entre a raça humana existe sempre a luta pelo mais forte, e onde o mais forte tenta sempre subjugar o mais fraco. Seja entre homens, seja entre mulheres ou seja entre homens/mulheres.

Quanto ao assunto de quererem seguir com suas vidas sozinhas, é uma opção pessoal como outra qualquer. O problema aqui tem a ver com a sociedade. E como a sociedade segue tendências, hoje em dia não está muito virada para o vosso lado. Não é defeito nenhum vosso. A sociedade é que não consegue respeitar as opções pessoais. E quando alguém foge da linha traçada é logo abafado, espezinhado, etc. Isso acontece em ambos os géneros.
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

  Tópico: A condição feminina... Resposta #5Julho 16, 2017, 11:18:17
Guru
***


Mensagens: 845
Apreciações: 921
Referidos: 0

» Resposta #5 em: Julho 16, 2017, 11:18:17

Espezinhado é favor e eu que o diga!
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

  Tópico: A condição feminina... Resposta #6Julho 16, 2017, 14:10:37
Mestre
****


Mensagens: 2239
Apreciações: 3829
Referidos: 0

Feminino
» Resposta #6 em: Julho 16, 2017, 14:10:37

Saudações.

Minhas caras, compreendo o que falam. Mas acho que não devemos olhar esse assunto somente do ponto de vista feminino. Aos olhos do passado, a condição feminina foi de privilégio. Mas com o aparecimento das religiões mentalistas a condição feminina foi relegada para segundo plano. E no fundo é algo que está enraizado culturalmente e mentalmente nos dias de hoje. Mas este ponto não quer dizer que tal tenha que acontecer.

No meu caso, eu procuro ter o maior respeito pelo equilíbrio dos géneros. E sou a favor de que se um homem faz, a mulher também é capaz de fazer. E vice versa.

De qualquer das formas os desaguisados acontecem. Não é preciso ser de género, cor, raça ou credo diferentes. Isto porque entre a raça humana existe sempre a luta pelo mais forte, e onde o mais forte tenta sempre subjugar o mais fraco. Seja entre homens, seja entre mulheres ou seja entre homens/mulheres.

Quanto ao assunto de quererem seguir com suas vidas sozinhas, é uma opção pessoal como outra qualquer. O problema aqui tem a ver com a sociedade. E como a sociedade segue tendências, hoje em dia não está muito virada para o vosso lado. Não é defeito nenhum vosso. A sociedade é que não consegue respeitar as opções pessoais. E quando alguém foge da linha traçada é logo abafado, espezinhado, etc. Isso acontece em ambos os géneros.

Claro que sim, daí eu ter dito no fim que tambem há homens que são discriminados, tudo o que vai contra a norma é visto como uma anomalia, quando se deveria respeitar as diferenças de cada um. Ainda bem que somos todos diferentes ou a vida seria uma graaaaande seca.
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Um dia eu lhe disse para esconder o seu coração... Você deveria ter escutado"

  Tópico: A condição feminina... Resposta #7Julho 16, 2017, 14:47:17
Guru
***


Mensagens: 827
Apreciações: 1473
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #7 em: Julho 16, 2017, 14:47:17

Com o devido respeito ao género feminino, para mim a maior beleza, a maior virtude do sagrado género feminino é a maternidade.
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

  Tópico: A condição feminina... Resposta #8Julho 16, 2017, 15:03:41
Mestre
****


Mensagens: 2239
Apreciações: 3829
Referidos: 0

Feminino
» Resposta #8 em: Julho 16, 2017, 15:03:41

Com o devido respeito ao género feminino, para mim a maior beleza, a maior virtude do sagrado género feminino é a maternidade.

"I respect that" 😎
Mas pessoalmente, neste momento prefiro procurar a minha felicidade pessoal (continuar os meus estudos principalmente) do que ter filhos, e cada vez mais chego á conclusão que não nasci para ser mãe (quando vejo miudos numa berraria em locais publicos penso "hum,não quero"). Nem todas as mulheres são boas mães, e penso que eu não o seria.
Seja a primeira pessoa a gostar disto, fazendo login ou registando-se.
Registado

"Um dia eu lhe disse para esconder o seu coração... Você deveria ter escutado"

  Tópico: A condição feminina... Resposta #9Julho 16, 2017, 18:53:39
Avançado
**


Mensagens: 240
Apreciações: 352
Referidos: 0

Feminino
» Resposta #9 em: Julho 16, 2017, 18:53:39

Eu sei como é... Estou a caminho dos 37 anos e também oiço certos comentários e até o meu namorado leva com certas questões. Esquecem-se que a vida não está fácil para andar a trazer crianças ao mundo, que possam vir a passar dificuldades. Estou sem trabalho e por isso não me quero meter nessas alhadas. Além do mais, ter filhos não é uma prioridade e casar é só um papel.
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

  Tópico: A condição feminina... Resposta #10Julho 16, 2017, 19:18:57
Supremo
*****


Mensagens: 6153
Apreciações: 4971
Referidos: 1

Gotta catch 'em all ;D
Masculino
» Resposta #10 em: Julho 16, 2017, 19:18:57

Oh pah eu também tenho quase 30 anos e não sou casado nem tenho filhos Grin O meu irmão tem 29 e também não é casado nem filhos quer ter Grin

São decisões da vida de cada um e a verdade é que nenhum de nós tem vida para isso, nós nem os noivados conseguimos manter quanto mais casamentos Grin
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

I see now that the circumstances of one's birth are irrelevant, is what you do with the gift of life that determines who you are"

  Tópico: A condição feminina... Resposta #11Julho 16, 2017, 19:34:04
Guru
***


Mensagens: 827
Apreciações: 1473
Referidos: 0

Masculino
» Resposta #11 em: Julho 16, 2017, 19:34:04

Não vejo o facto de ter filhos como um condicionante financeiro. Também fui pai muito novo e não foi por isso que eles não se criaram. Apenas tive que decidir entre a minha vida de boêmia e as coisas mais lindas que tenho.
Mas que os filhos mudam a nossa vida por completo, isso mudam.
Resta aqui saber até que ponto estamos dispostos a abdicar das nossas rotinas
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

  Tópico: A condição feminina... Resposta #12Julho 16, 2017, 19:59:12
Supremo
*****


Mensagens: 6153
Apreciações: 4971
Referidos: 1

Gotta catch 'em all ;D
Masculino
» Resposta #12 em: Julho 16, 2017, 19:59:12

A questão dos filhos é mesmo escolha própria....
Eu simplesmente não tenho vida para conseguir criar uma criança, eu passo os dias fora de casa a trabalhar e viajo constantemente...fico meses sem vir a casa....é muito difícil conseguir acompanhar o seu crescimento nestas condições..
 
Acredito claro deve ser uma bênção enorme, mas são escolhas Smiley
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

I see now that the circumstances of one's birth are irrelevant, is what you do with the gift of life that determines who you are"

  Tópico: A condição feminina... Resposta #13Julho 16, 2017, 20:09:27
Mestre
****


Mensagens: 2285
Apreciações: 754
Referidos: 1

Feminino
» Resposta #13 em: Julho 16, 2017, 20:09:27

Nem toda a gente devia ter filhos, alias muita gente nem animais devia ter quanto mais filhos.

Eu tenho um cão e já me chega, mas nunca tive problemas com isso, devo ter cara de má  Grin Tenho 31 e não estou a fazer conta de ter filhos tão depressa...

Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

"Raramente conhecemos alguém de bom senso, além daqueles que concordam connosco."  François La Rochefoucauld

  Tópico: A condição feminina... Resposta #14Julho 16, 2017, 20:19:30
Supremo
*****


Mensagens: 6153
Apreciações: 4971
Referidos: 1

Gotta catch 'em all ;D
Masculino
» Resposta #14 em: Julho 16, 2017, 20:19:30

Agora disseste tudo!
Faça o login ou registe-se para Gostar.
Registado

I see now that the circumstances of one's birth are irrelevant, is what you do with the gift of life that determines who you are"
  Páginas:   Ir para o topo
Novo Tópico Nova Votação
Ir para:  


Tópicos Relacionados
Assunto Iniciado por Respostas Visualizações Última mensagem
Voz Feminina Serra de Sintra « 1 2  Todas »
Relatos e Experiências
mizzdouradinho 16 4300 Última mensagem Julho 29, 2012, 13:04:23
por Matheusgta
[Outro] Uma metáfora da condição humana
Discussão Off-Topic & Chat Geral
Araj 4 641 Última mensagem Julho 26, 2011, 19:37:06
por BACHOR
[Humor] Tradutor de linguagem feminina..
Discussão Off-Topic & Chat Geral
akasha867 8 903 Última mensagem Junho 15, 2012, 17:53:35
por estaladaoseco
figura feminina « 1 2 »
Fotografias e Vídeos de Fantasmas Captados em Portugal
andretmn 19 2443 Última mensagem Julho 22, 2013, 21:37:29
por saryta
Sismos são causados pela promiscuidade feminina « 1 2  Todas »
Discussão Off-Topic & Chat Geral
Faty Lee 16 745 Última mensagem Maio 09, 2015, 11:52:18
por misticopt28
Será o Karma uma condição de vida? « 1 2  Todas »
Mediuns e Mediunidade
F.Leite 17 784 Última mensagem Janeiro 17, 2016, 11:49:38
por Malik_